Seja em tempos de crise econômica ou não, a sociedade contemporânea tem valorizado e se interessado cada vez mais por técnicas de estética e beleza, que façam a diferença e supram seus anseios e vontades.
Prova disso é o estudo feito pelo SEBRAE, que aponta o aumento do número de clínicas especializadas e profissionais atuantes em mais de 500% nos últimos 5 anos, evidenciando a grande demanda de trabalho no setor.
Em um mercado tão competitivo, é fundamental focar em diferenciais que atraiam o público e ofereçam mais do que o básico. Dentre tantas opções para investimento, uma é destaque absoluto: a Estética Funcional.
Ramo da medicina estética que atua não apenas solucionando questões referentes à beleza, mas também levando em consideração as causas que levaram determinado problema a acontecer, além do bem-estar do paciente após o tratamento. A estética funcional tem vastos métodos, técnicas e conceitos de tratamentos voltados para beleza, desenvolvendo uma abordagem específica, detalhada e moderna no tratamento corporal e facial.
Resumindo: a estética funcional é a maneira de se ter equilíbrio entre a beleza e a saúde.

Mais números do Mercado de Estética

  • O Brasil é o terceiro maior mercado mundial da beleza. Com projeções de crescimento para os próximos anos, segundo agências internacionais de marketing.
  • As empresas do setor continuam acreditando na força do mercado da beleza e investindo em inovação. Só a Natura divulgou um investimento em inovação no último ano de R$217 milhões. E um aumento de receita de 67,9% gerada por esse investimento.
  • O Euromonitor divulgou um crescimento no seguimento da beleza de 11% com faturamento de R$ 101,7 bilhões ano passado.
  • A ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) projeta para 2015 uma estimativa de consumo de R$ 50 bilhões. O que indica que o setor continua próspero mesmo com a crise econômica vivida em outros setores da economia no país.
  •  O SEBRAE afirma que a mortalidade de empresas no setor de beleza e estética representa somente 3,7% enquanto setores de negócios tradicionais amargam 24,9% de possibilidade de quebra da empresa. Se tornando assim o ramo empresarial mais seguro para investir. E uma aposta mais acertada para os cautelosos.

Pioneirismo que faz toda a diferença

Mas e se você pudesse investir justamente na franquia pioneira de todo esse mercado? A Oligoflora foi fundada em 1999, na cidade de São José do Rio Preto/SP. Seu conceito é proporcionar ao público um tratamento que não utilize nenhum procedimento invasivo (injeções, incisões, medicamentos, etc) visando a busca por resultados mais eficazes e duradouros.
Na Oligoflora, a base de todos os tratamentos é a oligotecnologia (equilíbrio metabólico do corpo, associado aos oligoelementos, micronutrientes e compostos bioativos), que são substâncias essenciais ao bom funcionamento orgânico e que estão presentes na linha de produtos desenvolvidas exclusivamente pelo departamento científico da Oligoflora. A Oligotecnologia, associada a técnicas exclusivas de massagens e equipamentos modernos de eletroestética, produzem um resultado muito superior em comparação aos tratamentos convencionais oferecidos pelo mercado.

O mercado está de portas abertas para você

Com todos esses dados em mãos, é possível afirmar que investir em uma franquia de estética bem estruturada, com uma proposta sólida e posicionada em um mercado tão aquecido é praticamente garantia de colher bons frutos em um tempo reduzido se comparado à outros segmentos. Já dizia o grande poeta Vinicius de Moraes, beleza é fundamental!

 


 

Deseja saber mais? Envie a sua pergunta!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Leave a Reply