Todo cuidado e atenção são necessários no momento da escolha da localização e do ponto ideal. Afinal, já imaginou colocar sua franquia em operação, funcionando perfeitamente nos mínimos detalhes e só depois descobrir que a localização é totalmente oposta de onde se encontram seus clientes ou até mesmo que aquele não é o melhor ponto para o negócio?

Um ponto ideal deve trazer visibilidade para a marca e potencial de faturamento através da geração de fluxo de pessoas; tornando assim o negócio viável ao cobrir os gastos ocupacionais gerados por ele.

Esse é um assunto que tem muito o que ser explorado, por isso começamos elencando 8 regras básicas para encontrar o ponto ideal para sua franquia. Vamos lá!

 

1 – Ache um ponto ideal para o seu negócio e não um negócio para seu ponto

É comum muitos franqueados caírem na tentação de optarem por um imóvel de sua propriedade com a finalidade de reduzir custos, porém, essa é uma escolha que poderá afetar negativamente o resultado da franquia, você deve estar onde seus clientes estão. O ponto próprio deve ser submetido a todos os quesitos fundamentais para a franquia ser instalada, igual a qualquer outro ponto.

 

2 – Não opte pelo local mais fácil para você e sim para seu cliente

O ponto da sua franquia deve ser ideal para o seu cliente e não necessariamente para você. É muito importante escolher um ponto pela capacidade dele de gerar fluxo de pessoas com perfil para serem seus clientes e não pela proximidade com a residência do franqueado ou por outra razão pessoal.

 

3 – Qual o seu público?

Procure entender seu público. Descubra onde ele frequenta, sua faixa etária, renda, nível educacional etc.

Tudo isso irá auxiliar no momento de definir se a localização em questão possui fluxo de clientes potenciais ou não. 

 

4 – Entenda que localização é diferente de ponto comercial

Você pode encontrar uma região perfeita para sua franquia, porém não encontrar nenhum ponto comercial com as características necessárias; assim como o oposto também é possível. Muita atenção deve ser dada a esses detalhes, já que não faz sentido estar na região que seus clientes mais frequentam e ter um ponto fora do padrão determinado; da mesma forma nada adianta estar em um ponto com as características ideais, mas estar em um região que não seja condizente com o público potencial ou com pouco fluxo.

A escolha da localização e o do ponto devem sempre estar juntas na sua análise. Não adiantar escolher uma região, que não condiz com o negócio, por ter encontrado um ótimo ponto; ou encontrar a região ideal, mas não ter um ponto com as características necessárias.

 

5 – Entenda a demanda

Leve em consideração os estabelecimentos em funcionamento na região pretendida para o seu negócio e como sua franquia se encaixaria naquele ecossistema. Geralmente a aglomeração de negócios com públicos semelhantes acabam criando uma visibilidade do local que se estende por toda a cidade, atraindo um grande fluxo de pessoas.

 

6 – Entenda a concorrência

A presença da concorrência na visão macro obrigatoriamente não é um fator negativo, faça uma análise mais detalhada da visão micro, veja quem são os concorrentes, como atuam e a fatia de mercado disponível.

 

7 – Barreiras de acesso

Informe-se sobre a possibilidade de algum projeto de intervenção na área de curto ou longo prazo, como mudança no fluxo de transito, construção de viadutos ou qualquer interferência que possa vir a dificultar o acesso ao ponto. 

Atente-se sobre a locomoção do seu público: é feita por meio de transporte coletivo como ônibus, metro, trem etc ou utilizam os próprios veículos? Quais facilidades ou dificuldades que ele possui para chegar até a sua região e no ponto? Ter vagas para estacionamento é importante ou não? Coloque-se no lugar do seu cliente e veja o que pode encorajar ou desencorajar de ele ir até a sua franquia.

 

8 – Zoneamento

O zoneamento é um conjunto de leis, decretos e resoluções, que têm como objetivo ordenar e direcionar o crescimento e o desenvolvimento das cidades; de forma que todas as atividades (indústria, comércio, lazer e residência) possam coexistir harmoniosamente.

Você deve estar atento ao zoneamento da região do imóvel em questão, ou seja, ele deve ser compatível com a atividade que sua franquia irá exercer. Caso contrário você não obterá o alvará de funcionamento e todos seus esforços e investimentos terão sido em vão.

 

O segredo para o ponto ideal é saber reunir informações

Pelo que você já deve ter notado, a escolha do ponto comercial deve ser feita com muita atenção e sempre que possível apoiada em muita pesquisa e informação, pois o futuro de sua franquia dependerá do fluxo e visibilidade que esse ponto irá gerar.

A escolha do ponto ideal é um assunto extenso e que pretendemos retomar em breve com mais dicas úteis. Esperamos ter contribuído para que você consiga minimizar os riscos de sua futura franquia. Fique atento para mais novidades em breve e lembre-se: Sempre procure tomar decisões baseadas em pesquisas e informações.

Leave a Reply