No mundo dos negócios, ao se pensar em estratégias de expansão, muitos empreendedores acabam direcionando suas expectativas para criar uma rede de franquias. O que muitos deles não sabem é que nem todos os modelos de negócios são franqueáveis.

Pode ser grande a ansiedade de por em prática o plano de expansão, mas, antes de dar qualquer passo, é preciso saber quais são os principais fatores que viabilizam um negócio a se tornar uma franquia. A partir da análise destes itens, é possível ter uma percepção mais definida de quais caminhos buscar para o crescimento saudável do negócio.

CRIAR UMA REDE DE FRANQUIAS

Para ter um direcionamento com relação a isso, é feita a avaliação de franqueabilidade do negócio.

Esta avaliação é uma espécie de bússola que serve para apontar se a direção correta a seguir para a expansão do negócio é, de fato, por meio do sistema de franquias. Em outras palavras, ela analisa os principais pontos que compõe o potencial de franqueabilidade do negócio.

Atenção! Esta análise é muito importante, pois pode reduzir muitas dificuldades e problemas que possam surgir com a escolha errada do modelo de negócios.

Confira, a seguir, quais são alguns destes pontos.

 

Potencial da marca

O seu negócio possui uma marca forte?

A resposta desta pergunta deve ser afirmativa em se tratando do sistema de franquias. O potencial da marca, neste caso, está mais próximo da ideia de ter uma boa imagem no mercado local. Refere-se, por exemplo, a oferecer produtos ou serviços de qualidade e um ótimo atendimento aos clientes. Esta imagem positiva é criada com o tempo e contribui para o sucesso do negócio.

Variedade e exclusividade de produtos ou serviços

Em relação a outros negócios de perfil semelhante, o seu negócio possui variedade de produtos ou serviços? Há produtos ou serviços exclusivos?

A oferta de uma variedade de produtos e serviços é muito importante para manter um posicionamento de mercado interessante. A variedade abrange um público maior, o que torna as possibilidades de compra também maiores. Os diferenciais também são grandes aliados do negócio. Produtos e serviços exclusivos são itens que costumam fidelizar muitos clientes e, com isso, deixar a concorrência de cabelo em pé.

Concorrência

O seu negócio possui concorrentes próximos? Quem são eles? Você sabe como agregar valor aos seus produtos ou serviços?

Analisar o potencial de mercado dos produtos ou dos serviços é uma ação também muito importante. Para isso, é preciso avaliar a concorrência, observando tanto empreendimentos únicos quanto os que participam de grandes redes.

Caso você possua um número considerável de concorrentes, busque algumas formas de agregar valor aos seus produtos ou serviços para sempre ter diferenciais que conquistem a preferência de seus clientes.

Conhecimento do negócio

Você já possui conhecimento suficiente sobre seu negócio?

Aderir ao sistema de franquias envolve na padronização dos processos de gestão e de operação do negócio. O conhecimento operacional do negócio deve ser de fácil entendimento e padronizado para que possa ser transmitido em escala aos franqueados. Caso o negócio não seja consolidado e documentado, pode ser um grande empecilho para a franquia.

Cópia do negócio

Seu negócio tem um alto risco de duplicidade?

Se a possibilidade de cópia for alta, é algo a se considerar. Criar algo inovador nos dias de hoje e manter isso em segredo está cada vez mais complicado. A cópia é uma realidade, o que pode amenizar um pouco esta situação seria, talvez, buscar manter exclusividade com alguns fornecedores ou, até mesmo, somente de alguns produtos. Outra opção também pode ser utilizar produtos de marcas significativas.

Capacidade de investimento

Está preparado para investir?

É preciso ter na ponta do lápis todo o investimento que será necessário para a empresa se tornar uma franqueadora. Isso significa avaliar o capital que será utilizado para realizar todas as adequações fundamentais para a implantação e expansão do sistema de franquias. Depois de ter a rede operante, será necessário avaliar também a estrutura, os profissionais qualificados, a capacidade de suporte oferecido para toda a rede, os itens de tecnologia, dentre outros. Planejar, como pode ser visto, será sempre a melhor solução.

 

RESULTADO

Estes são somente alguns pontos que precisam ser avaliados antes de optar pelo modelo de franquia. É importante ressaltar que, dependendo da natureza de negócio, existem outros itens que também precisam ser avaliados.

Após a avaliação de todos os pontos, caso o resultado da análise indique que o negócio realmente não se enquadra dentro do modelo de franquias, é importante saber que existem outros meios para promover a expansão do negócio, como o licenciamento da marca, por exemplo.

Agora, se o modelo de franquias é indicado para o crescimento da rede, saiba que está é uma ótima opção. Muito provável que sejam necessários alguns ajustes para tornar a empresa dentro dos padrões do modelo de franchising. Com isso, para que todo o investimento de tempo, capital e de conhecimento valha a pena, é importante atentar-se a cada detalhe. Criar uma rede de franquias é um caminho com muitas responsabilidades, desta forma, o caminhar somente será seguro se o negócio ser gerenciado de maneira estável e bem estruturada.

Se você ainda tiver muitas dúvidas ou qualquer dificuldade para realizar a análise de franqueabilidade do seu negócio, não deixe de consultar especialistas na área de formatação de franquias. Envie um e-mail para [email protected] que vamos ajudá-lo a escolher os melhores caminhos para o sucesso do seu negócio.

Leave a Reply